• Geraldo Leite

O BRASIL ANTES DE CABRAL

Estudos publicados em revistas especializadas estão lançando por terra a ideia de que o Brasil, antes da chegada dos portugueses, era uma vasta extensão de terra povoada por índios selvagens.

Tais estudos, realizados por arqueólogos brasileiros e norte-americanos, revelam fatos surpreendentes que incluem verdadeiras metrópoles na região amazônica, no complexo multicultural do Xingu e em outras partes do Brasil. No complexo do Xingu, por exemplo, encontramos indícios de uma rede de estradas com até dezenas de metros de largura, monumentos, diques e fossos com vários metros de profundidade, grandes paliçadas defensivas e restos de aldeias que abrigaram, em algum tempo,

milhares de pessoas unidas em uma confederação que reunia cinquenta mil habitantes.

"Um conjunto impressionante de pesquisas arqueológicas revela que o Brasil anterior a Cabral, longe de ser um vazio primitivo, tinha populações densas, tradições artísticas vibrantes e grandes aldeias que pareciam cidades", afirma Reinaldo José Lopes, autor do livro "O Brasil Antes de Cabral".

Entre os cientistas brasileiros que estão reconstruindo o Brasil pré-histórico destacamos Fábio de Oliveira Freitas, Luis Beethoven Pilo', Castor Cartelle Guerra, Mario Cozzuol, Maria Cátira Bortolini, Sandro Bonatti e outros.

Dentro de poucos anos teremos, por certo, importantes descobertas.

Posts recentes

Ver tudo

Na década de 1860, o exército brasileiro não possuía o efetivo necessário para enfrentar o Paraguai. A solução foi abrir o voluntariado para homens em idade militar. Criou-se o Corpo de Voluntários da

No final do século XVII e começo do século XVIII ocorreu o que costumamos chamar Epopeia Brasileira. O Brasil deu as costas ao litoral e se voltou para o interior. Bahia e Pernambuco deixaram de ser a