top of page
  • Foto do escritorGeraldo Leite

OS SAMBAQUIS

Os sambaquis são formações constituídas principalmente de conchas de moluscos. São formados ao longo de milhares de anos pelas populações que habitavam regiões perto do mar e dos rios.

O nome tem origem tupi-guarani. É uma corruptela da expressão Tamba (concha)+Ki (amontoado).

Essas conchas, descartadas após o consumo dos mariscos, formam montículos e às vezes verdadeiras montanhas.

O litoral do Brasil possui vários sambaquis, sobretudo nos estados de Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Espírito Santo. Também são encontrados na Europa, América do Norte e África.

Os sambaquis brasileiros foram produzidos por povos que viveram entre dois a oito mil anos. Os da região da Lagoa Santa, Minas Gerais, são mais antigos, datam de doze a doze mil e quinhentos anos antes de Cristo.

Medem de dois a vinte metros de altura, podendo chegar a cem metros de diâmetro. Os

de Santa Catarina são considerados os maiores do mundo.

Além de conchas, os sambaquis contêm restos de alimentos, ossos de animais, e ferramentas, bem como partes do esqueleto humano. Alguns sambaquis são verdadeiros cemitérios.

O material empilhado sofre a ação das intempéries e acaba se fossilizando.

Pesquisando o sambaqui podemos conhecer a vida e os costumes do povo que o produziu, sua alimentação, a fauna e a flora da época. As fezes fossilizadas informam as doenças que pareceram.

Posts recentes

Ver tudo

ANTONIA ALVES FEITOSA

Na década de 1860, o exército brasileiro não possuía o efetivo necessário para enfrentar o Paraguai. A solução foi abrir o voluntariado para homens em idade militar. Criou-se o Corpo de Voluntários da

A EPOPEIA BRASILEIRA

No final do século XVII e começo do século XVIII ocorreu o que costumamos chamar Epopeia Brasileira. O Brasil deu as costas ao litoral e se voltou para o interior. Bahia e Pernambuco deixaram de ser a

コメント


bottom of page