• Geraldo Leite

QUILOMBOS, QUILOMBINHOS E QUILOMBOLAS

Quilombos, quilombinhos ou quilombolas são agrupamentos constituídos por escravos negros que fugiram da escravidão, sobretudo em Mato Grosso, Maranhão, Pernambuco, Bahia. e Minas Gerais.

Este tipo de resistência já existia na própria África. Serve de exemplo a Longa Marcha dos Jaga que, nos anos de 1568 a 1573, reuniu milhares de guerreiros, de ambos os sexos, contra os invasores portugueses. Este movimento tinha como ponto de apoio acampamentos fortificados, conhecidos como quilombos. Tais acampamentos tinham forte organização política, religiosa e militar, e eram dirigidos, inclusive, contra os reinos africanos escravagistas. Os quilombos existiram no Congo, na Guiné, na América do Norte, América Central e América do Sul.

O principal quilombo do Brasil foi o de Palmares, situado no Nordeste, entre Alagoas e Pernambuco. A região era acidentada, coberta de mata onde predominava a palmeira pindoba, daí o nome de Palmares.

A primeira expedição punitiva contra Palmares data de 1602.Foii comandada por Bartolomeu Bezerra, e resultou em completo fracasso. Daí por diante Palmares só fez crescer. Outros quilombos surgiram a partir de então, inclusive na Bahia, nas vizinhanças de Salvador (no atual Rio Vermelho) e no Itapicuru.

Nos anos de 1645 e 1646, os holandeses lutaram contra o quilombo de Palmares, sem lograr resultado. Pouco depois da expulsão dos holandeses, o Governador de Pernambuco, Fernão de Souza Coutinho escreveu ao rei de Portugal dizendo que Palmares inspirava mais medo que os holandeses.

Gaspar Barleus, cronista amigo de Maurício de Nassau, descreveu Palmares dizendo que havia dois Palmares, o Pequeno e o Grande. Palmares Pequeno tinha cerca de seis mil habitantes, vivendo em abrigos primitivos, feitos de capim, no fundo dos quais plantavam hortas e palmeiras e imitavam os costumes dos brancos, com sacerdotes e juízes.

O Palmares Grande era bem maior, mas os costumes eram os mesmos.

Os holandeses, antes de invadirem o quilombo, introduziram no Palmares Pequeno um espião, chamado Bartolomeu Lintz, que foi bem acolhido. A invasão, realizada em1644, destruiu parte de Palmares Grande, mas, apesar disso, foi um fracasso.

Entre 1670 e 1678 Palmares foi governado por Ganga Zumba, conhecido como "Grande Senhor". Seu sobrinho, chamado Zumbi foi um grande guerreiro.

Na última expedição dos portugueses foram capturados dois filhos de Ganga Zumba. Depois deste episódio representantes dos Palmares e do governo pernambucano se reuniram em Recife para um acordo de paz.

O quilombo foi reconhecido como uma sesmaria. Ganga Zumba prometeu devolver os escravos fugitivos, mas os que nasceram em Palmares foram considerados livres.

O acordo não mereceu a aprovação de alguns líderes, Ganga Zumba foi proclamado rei e a luta continuou até a extinção de ambos os quilombos.

Posts recentes

Ver tudo

Na década de 1860, o exército brasileiro não possuía o efetivo necessário para enfrentar o Paraguai. A solução foi abrir o voluntariado para homens em idade militar. Criou-se o Corpo de Voluntários da

No final do século XVII e começo do século XVIII ocorreu o que costumamos chamar Epopeia Brasileira. O Brasil deu as costas ao litoral e se voltou para o interior. Bahia e Pernambuco deixaram de ser a